Qual é o objetivo do cross merchandising?

Qual é o objetivo do cross merchandising?

Qual é o objetivo do cross merchandising?

O cross merchandising ocorre quando produtos de categorias diferentes são expostos um do lado do outro. Um exemplo é quando escorredores de macarrão são exibidos no corredor de massas.

A intenção é incentivar pessoas que estão indo ao corredor comprar macarrão a comprarem também os escorredores. Ao ver os utensílios ao lado do macarrão, o comprador pode lembrar-se de que ainda não tem um em casa ou decidir trocar o antigo que tenha por um utensílio novo.

Com isso, é possível afirmar que o cross merchandising representa uma comodidade no momento da compra ao favorecer uma economia de tempo e percurso de um cliente dentro da loja.

Leia mais6 dicas para ser o melhor promotor de marketing

Outra facilidade proporcionada ao consumidor é a de lembrá-lo de que necessita de determinado item. No caso citado, o cliente não precisará voltar para casa e só no preparo do macarrão descobrir que precisava de um escorredor novo.

Objetivo do cross merchandising

O objetivo do cross merchandising é melhorar o giro de produtos com pouca saída, que são aquelas mercadorias normalmente esquecidas pelos clientes. Por meio de técnicas de estímulo por associação esses tipos de produtos passam a ser adquiridos com maior frequência pelos consumidores, seja por impulso ou por conveniência.

A intenção do cross merchandising é ter o máximo de proveito dos clientes que visitam o seu PDV (ponto de venda), porque só assim será possível maximizar as vendas e proporcionar aos compradores mais benefícios.

É bom esclarecer que cross merchandising não se trata de uma forma de truque, manipulação ou tentativa de deixar os consumidores desorientados. Trata-se, na verdade, de um esforço honesto de oferecer aos clientes adições valiosas e, claro, obter rendimentos extras com isso.

Dicas para impulsionar suas estratégias de cross merchandising

Uma orientação que não deve ser esquecida na hora de implementar estratégias de cross merchandising na sua empresa é que os produtos que farão parte da ação realmente devem estar relacionados.

Porque também, gente, vamos combinar, né. Um cross merchandising de lenço umedecido no corredor de cereais não tem nada a ver, não é mesmo? Sem dúvida alguma, o comprador não se sentirá nem um pouco tentado a comprar os lenços, já que esse produto não tem nada a ver com o setor em que foi colocado para exposição.

Outra dica importante é pensar no preço das mercadorias usadas no cross merchandising. Se um cliente comprou um produto de 500 reais, dá para oferecer outro complementar de 50 reais.

Mas, se o consumidor comprou um produto de 15 reais, não há sentido em tentar vender um complementar de 250 reais. Ou seja, o custo do item complementar não deve exceder o custo do produto original.

Se quiser se aprimorar ainda mais em estratégias de cross merchandising, vale a pena conferir o TopTrade App. O aplicativo, que pode ser moldado às necessidades de qualquer tipo de negócio, é ideal para as empresas que buscam aumentar a aceitação de seus produtos nas frentes de gôndola.

Converse com um de nossos consultores e tire todas as suas dúvidas!

Leia mais: A importância de controlar o ponto de venda